Acabou o final de semana?!


Imagem via
Mais um final de semana se foi e eu queria só mais uns dias de descanso. Mas como não dá, voltemos à rotina! Na autoescola comecei a perceber que preciso praticar mais, que apenas as 10 aulas não serão suficientes. Ainda estou errando muito em mudança de marcha, redução, parada, retomada...quase tudo né?

Incrível pois dirijo a cidade toda, mas ainda assim continuo cometendo os mesmos erros e em sequência. Tem algum psicólogo aí pra me dizer porque sou assim? Meu professor não entende, nem eu. Eu digo a ele "nem me pergunte". Bom, ainda tenho três dias de aula essa semana, espero que consiga superar minha ansiedade e fazer direito. Meu professor é excelente e odeio estar decepcionando ele também.

Hoje fui um pouco melhor, mas ainda esqueci de colocar na primeira marcha para sair com o carro já que fiz duas paradas obrigatórias...ou seja, dois erros EM SEQUÊNCIA. Gente, me sinto uma burra... Ele até me pediu que não me cobre demais, que apenas relaxe e faça o que sei fazer, por que EU SEI!!

Mas vamos lá, amanhã é um novo dia e eu vou prestar atenção nesses pequenos erros. Engraçado como eu acho a baliza fácil.. jesus!

E seu final de semana..como foi?
:**


Coisas de casa: Nossa sapateira/calçadeira de hall de entrada.

Há um tempinho atrás eu falei sobre meu amor e desejo por sapateiras de hall de entrada. Achei que não fôssemos ter um mínimo espaço para isso, mas temos sim e conseguimos fazer algo bacana pra acompanhar a nossa dinâmica com sapatos e sandálias que usamos no dia a dia e precisam ser calçados e/ou retirados na porta de entrada.

Começamos com pinho. O marido comprou na madeireira e pediu para que cortassem com as medidas que ele passou. Aí ele mesmo montou em formato de caixa de feira.
 

Ele lixou a caixa toda e eu passei um fundo preparador branco, depois de seco pintei de branco acetinado (sem brilho) e pronto. Foram duas demãos de tinta, mas mesmo assim, ainda dá pra ver de leve essas marcas escuras do pinho, achei que seria mais interessante assim.


Após muito procurar um futon que tivesse as medidas exatas da nossa sapateira/calçadeira de hall de entrada (geralmente são quadrados e precisava de um formato retangular), achamos uma linda almofada e eu dei um "acabamento futon" nela, apenas com linha e agulha.  


A ideia não é apenasA parede já está pedindo um enfeite...mas é algo que só o tempo vai trazer. Tudo vai se ajeitando.




Gostou do resultado?!
Ele me surpreendeu fazendo a caixa, então tratei de colocar ela pra funcionar.
Sinceramente, nós amamos!

:*
Uma linda sexta!

Inspiração: Calçadeira para o pé da cama.

Mesmo não calçando os sapatos no quarto eu sonho com uma linda e simples calçadeira pra ele. Por enquanto é só sonho e pesquisa de preço, material, modelo, medidas...Mas achei esses simples e lindos, com ótimos preços em lojas on-line.

Acho que seria legal que fosse baú para ajudar a guardar algumas coisas, já que nosso espaço é tão milimetrado, mas se não for baú me parece ainda mais bonito. Trouxe poucas opções, mas pretendo visitar a Etna e Tok Stok quando chegar o momento de comprar, para ver outras opções.


R$ 399,99 na Americanas


R$ 339,46 nas Lojas KD

R$391,20 nas Lojas KD

Este último é um recamier estofado, mas serve ao mesmo propósito além de ser cheio de charme. Só não quero o estofado estampado pra não chocar muito com outros elementos do quarto. Mas achei o modelo muito lindo!

E você, curte calçadeiras?
:**
Uma ótima quarta!

10 maneiras de amar a si mesmo.

E por que não amar a nós mesmos? Antes de qualquer coisa, devemos nos amar pois, para amar ao próximo como a nós mesmos, não tem outra forma de dar certo. Amor é a chave de tudo, se a sociedade compreendesse melhor isso, muitas coisas boas preencheriam o nosso dia, mais do que as ruins.

Imagem via


1 – Disciplinar os próprios impulsos.
2 – Trabalhar, cada dia, produzindo o melhor que pudermos.
3 – Atender aos bons conselhos que traçamos para os outros.
4 – Aceitar sem revolta a crítica e a reprovação.
5 – Esquecer as faltas alheias sem desculpar as nossas.
6 – Evitar as conversações inúteis.
7 – Receber o sofrimento o processo de nossa educação.
8 – Calar diante da ofensa, retribuindo o mal com o bem.
9 – Ajudar a todos, sem exigir qualquer pagamento de gratidão.
10 – Repetir as lições edificantes, tantas vezes quantas se fizerem necessárias, perseverando no aperfeiçoamento de nós mesmos sem desanimar e colocando-nos a serviço do Divino Mestre, hoje e sempre.

Francisco Cândido Xavier. 
Da obra: Paz e Renovação. 
Ditado pelo Espírito André Luiz.

Uma terça de reflexão e luz pra gente!
:**

Fim de semana e o filme Okja.

Olá! Muitos dias sem passar aqui no blog e eu sinto muita falta. Não estive bem do estômago esses dias e só de pensar em sentar no computador ele já parecia doer um pouquinho mais. Tô melhorando e de volta! Desculpa pela ausência sem justificativa...=(

Comecei a aula prática da autoescola na última sexta-feira (14/07/17), achei muito bom e adorei meu instrutor. Ele foi bastante técnico, direto, didático e respeitador. Eu não sei se foi confiança dele em mim, mas ele me fez levar o carro do local do treino até a autoescola, foi uma emoção só! Luzes noturnas, carros, pedestres...ahahaha que bom que eu já sei usar o freio!!! Gostei muito e sei que me senti segura por que ele estava ali.

Além disto, assisti ao filme Okja. Você já o viu?

Imagem adaptada daqui.

Além de possuir uma história doce, linda, simples de amor e amizade, a mensagem sobre a matança cruel de animais para a alimentação da sociedade, é passada com bastante ênfase e sem "chocar" tanto quanto alguns documentários que já vi (e que aprovei mesmo assim!). Achei interessante pois uma criança facilmente conseguiria identificar que a criação e o abate de tantos animais para servir meramente de alimento ao homem, é feito de forma extremamente cruel. Além disso, o filme cria primeiro a atmosfera de amor e amizade entre a jovem Miija e a superporca Okja numa linda produção cheia de cores e efeitos visuais maravilhosos, criando a atmosfera que toda criança acaba por se identificar.

Isso sem chocar a criança, pois, apesar de três ou quatro cenas bem marcantes neste sentido não teria um efeito macabro e traumatizante sobre a realidade da indústria pecuária. O elenco é sensacional, a começar pelo Jake Gyllenhaal que quase não identifiquei no começo devido à sua atuação diferente de tudo o que já o vi fazer. A Tilda Swinton, como a excêntrica Lucy Mirando, também ficou espetacular, o tipo de personagem que a Tilda consegue manejar muito bem. Mas o destaque é a fofa Seo-Hyun Ahn, como Mija, bastante expressiva e doce, ao mesmo tempo que se mostra uma guerreira para ir ao resgate de sua amiga e parte da família Okja.




O filme está disponível no Netflix, não perca!
Uma linda semana!
:**

Frase de efeito: Espiritismo/ Espiritualismo.

Imagem via

Então a frase de efeito de hoje vem da minha agenda de programação diária. Nela, as frases do dia a dia chegam a dar uma luz em alguns momentos que preciso mesmo sair do foco e me afastar dos problemas. A ideia é sempre refletir e aprimorar a mente, a pessoa, o espírito.


O nosso estado de espírito influi, levando-nos a ver tudo mais bonito.


E mais feio...por que tudo depende de como nos sentimos. O nosso dia depende de nosso estado de espírito para ser mais belo e iluminado ou mais pesado e triste a depender de como estejamos nos sentindo. A maioria dos meus dias são bonitos pois tento trabalhar isso em mim. Às vezes desanimo e sei que é necessário...o que não permito é que me consuma, que dure mais que o necessário. Gosto dos dias bonitos.

Espero que você tenha um lindo dia!
:*

Energia, culinária e terapia!

Às vezes eu só queria passar uma semana em um lugar bem natural como as reservas do Parque da Chapada Diamantina, do Jalapão ou Lençóis Maranhenses. Aliás, esses dois últimos estão na minha lista de possíveis futuras viagens deste ano até o início do ano que vem. É minha lista de desejos e tomara que seja possível realizá-los.

Imagem do arquivo pessoal.
Essas sensações envolvem energias, pelo menos pra mim. É como se eu precisasse deixar algumas coisas para trás e pedir ao mar pra conduzir positividade de volta pra mim. Neste final de semana me senti estranhamente irritada. Eu levantei da cama com vontade de brigar, por motivo nenhum, e fui me deitar no sofá cama do outro quarto.

Meus hormônios devem estar enlouquecidos, só pode! Mas mesmo assim, fiz tudo o que me comprometi a fazer (comigo mesma!): fiz almoço no sábado e domingo, pizza integral, mariscada, trabalhei e até reanimei no final da tarde de ontem. A gente às vezes precisa só de um incentivo positivo para as coisas fluírem, ou melhor, para não bloquearmos o fluxo das coisas.

Imagem do arquivo pessoal.
A mariscada eu nunca tinha feito, mas ficou muito gostosa pra uma primeira vez. Eu coloquei pouquíssimo azeite (tipo, menos que uma colherzinha), só pra refogar a cebola e dar um pouco de cor. Já a pizza eu fiz há muitos anos quando morava sozinha (olha o post aqui!), mas precisei da lembrança da professora pra poder fazer ontem novamente. Desta vez, utilizei farinha de trigo integral que comprei na Mundo Verde. Ficou super saborosa!

No final do dia minha irritação tinha diminuído (graças a Deus!) e pude render muito mais nas minhas atividades de trabalho autônomo.

E vocês, como foi o final de semana?
Uma semana de paz e luz para nós! E de muitas notícias boas!
:**

Coisas de casa: Terrários!

Então, resolvi fazer o terrário com o pouco material que consegui encontrar e que era do meu gosto para montar meus primeiros terrários de suculentas. Admito que ficaram simples, mas amei fazer e amei o resultado.

Vamos aos materiais:


- Pedrinhas;
- Pedras decorativas (tamanho maior);
- Casca de pinho;
- Musgo rosa;
- Recipientes de vidro.


Para a montagem tive que colocar um plástico no chão pois não tenho área externa pra fazer minha sujeira. Também usei luvas e colher para facilitar o manuseio e por isso, acabei não conseguindo fotografar tudo.


A montagem ficou assim para o vaso redondo (foto acima), coloquei as pedrinhas e depois o musgo rosa. Finalizei com a terra e coloquei as mudinhas de suculentas. E aí ficou assim:


Eu gostei do resultado, coloquei as cascas de pinho e as pedras decorativas em cima para firmar um pouco as mudinhas. Li em algum lugar que não deveria colocar a casca de pinho embaixo, pois apodrece, mas fiquei com muita vontade...acho que daria uma textura linda visualmente.


Eu não comprei mudas de outras suculentas para variar. Minha ideia era apenas mudar as minhas de vaso. Inclusive dei uma maiorzinha para a minha vizinha e fiquei com outro vaso com duas maiores.
Apesar de acreditar que poderia ter mais camadas com texturas diferentes, eu gostei muito do resultado. Tive dificuldade em achar essas texturas e por isso adquiri experiência para as próximas vezes. 

E então, se inspirou para criar o seu terrário?
:*

Um final de semana sensacional pra gente!

Dica de quinta: Usar as redes sociais para o bem.

Imagem via
Meu namorado sempre crítica o fato de eu adorar tirar fotos (que são bem poucas!) e postar nas redes sociais. Ele não gosta da exposição e até respeito. Mas acredito que também deve respeitar quem gosta, afinal, para quem faz bom uso desses aplicativos eles são completamente benéficos.

Me lembrando da tragédia da Chapecoense algo ainda positivo me vem à mente: uma última imagem de alguns daqueles homens, felizes, curtindo a viagem e o motivo que os levou a ela. Para as famílias, por mais que seja um pesar a falta que cada um faz, os sonhos interrompidos, deve ser bom poder ter uma memória dessas pra guardar junto com tantas outras.

Eu creio no que a maioria de vocês creem que as redes sociais tem um potencial tão grande para beneficiar, ajudar, dividir, compartilhar, que basta SABER usá-las. Usar para o bem, usar para ajudar, usar para compartilhar informação de qualidade, usar para adicionar e jamais para retirar, punir, difundir mentiras, promover o caos, manipular, humilhar.

Temos uma enorme fonte de poder com as redes sociais e, elas servem para fazermos um álbum de memórias virtual, mas também para adicionar mais positividade ao nosso mundo. Então se temos que divulgar coisas por aí, que sejam coisas boas, verídicas, que somem positividade à vida das pessoas e ao Universo.

Vamos promover o bem!
Uma linda quinta pra gente!

:**

Frase de efeito: Filme - O rei do Show.

Eu não me lembro de ter postado uma frase de efeito de um filme que não assisti, mas além de ter um trailer inspirador, essa frase surge no seu final e me marca como uma espetadinha de uma agulha. O nome do filme é O rei do show, com Hugh Jackman, Rebecca Ferguson, Michelle Williams e Zac Efron.

Ninguém nunca fez diferença sendo igual ao resto.

Neste caso, dá apenas para comentar a frase sem falar sobre o filme. Se pensarmos em pessoas que sempre se destacaram na vida, na carreira profissional ou na liderança de algum país ou povo (política ou espiritualmente falando), perceberemos que são pessoas que pensaram "fora da caixa", que fizeram algo ousado de alguma forma e que arriscaram muito para conseguir alcançar seus objetivos.

A verdade é essa. Somos todos iguais sim, mas para fazer a diferença precisamos sair da zona de conforto.


Assista ao trailer:




E você, já pensou fora da caixa hoje?
:*

O mar para inspirar serenidade.

Muita coisa acontece em um final de semana, mesmo quando você apenas está em sua casa, na paz. Pelo menos são coisas boas, o que já conta muito!

Por aqui, cuidei da casa, de mim, de minhas energias...Sinto que está faltando algo, não sei se por não ter tirado férias de verdade, já que estava em obra no período e foi mais estressante do que tudo. Felizmente, ainda me restam 10 dias daquelas férias e já está marcado para gozo no mês que vem.

Por isso, vamos começar a semana com uma linda imagem da praia de Arembepe (Camaçari-BA), com essas águas serenas e vibrações sincronizadas que nos transmite a paz e a energia positiva que só a água do mar consegue nos fornecer!


E o seu final de semana, como foi?

Uma semana de luz e muita serenidade para nós!
:*

Coisas de casa: etiquetas para porta-condimentos.

Adoro chegar em casa e cuidar de algumas coisas para organizar o lar. E estou na pegada de reaproveitar coisas que tenho também. Como adoro esse efeito de giz nas etiquetas para organizadores e potes de condimentos, me apeguei à ideia de fazer para os meus potinhos.


Os materiais que usei foram:

- adesivo preto;
- giz liquido;
- papel contact.

Não tem dificuldade nenhuma, é só pesquisar um formato que queira para a etiqueta, fazer o molde e cortar marcar no verso do papel adesivo preto. Depois que você corta, escreve e enfeita a seu gosto e depois cobre com o contact. Este último é muito importante pois, o giz liquido sai com um simples pano úmido então é importante protegê-lo com o contact. Olha o .gif que fiz com as etapas:


O legal é que se o marido resolver cozinhar como ele tanto me promete, ele não precisa me perguntar onde está e nem o que é que está no frasco do condimento. Olha o resultado:



Prontinho!
Espero que possa te inspirar também ^^

Um final de semana tranquilo e divertido pra você!
:*

Inspiração: Ficar em casa.

É engraçado como me inspira ser caseira, ficar em casa, amar estar em casa.
Não quer dizer que não goste de sair, não é isso. Aliás, eu amo! Mas estar em casa...é sem igual!

Arquivo pessoal.
Gosto de estar em casa, simplesmente estar. O lar tá tomando forma e ficando aconchegante, do jeito que desejamos e sonhamos. Às vezes é bom cozinhar e tentar experimentar uma receita nova, outras o melhor é não fazer nada e até a comida sai do congelador e vai pro forno.

Ver um filme, uma série, ou simplesmente ir mudando os canais e ver o que passa na TV acompanhado de um chá, um cappuccino ou qualquer coisinha quente que dê aquela esquentadinha à noite.

Arquivo pessoal.

Ou simplesmente contemplar a beleza da Grande Mãe, escutando os sons que vem da área verde em frente à janela ou olhando o espetáculo que o céu dá todos os dias e noites. É sensacional!!!

Arquivo pessoal.

Arquivo pessoal.
Ahh...coisa deliciosa é ficar em casa. Colocar coisas, ideias e a própria vida em ordem. Sou caseira sim! Adoro inclusive quando passo um tempo sozinha, mesmo adorando a companhia do marido, pois é um momentinho que tiramos para nós mesmas, estar consigo mesma, buscar paz de espírito e mental, até mesmo o equilíbrio. 

E você, gosta de ficar em sua casa?
:**

Frase de efeito: Nahon Castro.

Semana passada eu trouxe uma frase que apareceu durante a palestra do Nahon Castro, aqui na cidade. Esta semana não poderia sair da linha e trouxe mais uma, pra gente refletir um pouquinho:

Foto de arquivo pessoal.
Quem adota a cômoda postura de cruzar os braços ERRA MAIS do que quem erra tentando alguma coisa fazer de positivo.
(Dias melhores, p.60, Irmão José - C. Bacelli)


É isso, às vezes a gente sai da linha tentando encontrar nosso caminho, mas não fazemos por mal só estamos tentando acertar. A ideia não é prejudicar ou fazer mal a quem quer que seja, é ser feliz, encontrar seu lugar no mundo. Às vezes você não tá bem no trabalho e precisa fazer algo para as coisas mudarem, melhorarem. O que não dá é pra esperar que a mudança que você deseja, a felicidade que você almeja, o sonho que você busca, cair no seu colo.

Que tal descruzar os braços e se colocar em movimento?!

:*
Uma terça de luz e muita paz.

Fim de feriado e esmalte da semana.

Eita que o feriadinho rendeu bons frutos por aqui, pelo menos consegui relaxar, testar meus dotes culinários (dote quase nenhum rsrsrs!), receber amigos e família e distrair um pouco as ideias. Além disso, eu e o marido adoramos ficar em nossa casa, nosso cantinho...então acabamos não querendo sair pra nenhuma festa nesse feriado. Gosto muito dessa época do ano, das comidas, do clima que costuma fazer um friozinho (pelo menos o frio que conhecemos) e receber os amigos em casa foi muito bom para o nosso primeiro São João no apê.

Agora de volta à rotina, escolhi um esmalte vermelho para essa semana já que minhas unhas quebraram todas e ficaram pequeninas, só o vermelho dá um up no visual das bichinhas. Coloquei um brilho acobreado só pra sair da rotina um pouco.

Risqué vermelho - Beijo 

Acho excelente a cobertura e durabilidade dos esmaltes Risqué, principalmente dos vermelhos já que esmalte vermelho tende a sair da pontinha bem rápido.

Uma semana de luz pra gente!
:**

Inspiração: Terrários.

Estou buscando opções alternativas para decorar a casa e economizar (dinheiro e meio ambiente). Como tenho dois vasinhos com suculentas, cheios de mudinhas, preciso transpor para outros vasos. Acabei pesquisando e encontrando diversas opções para fazer com suculentas, e a que mais chamou minha atenção foram os terrários.

Imagem via
Os terrários consistem em trabalhos delicados (ou apenas simples) que podem ser feitos com suculentas, principalmente as que não tendem a crescer muito. A maioria nos remete a mini jardins, pequenos ecossistemas cultivados em vasos de vidro, ornamentados com diversas pedrinhas, cascas de madeira...ou o que sua imaginação permitir!

Imagem via                                                                  Imagem via

As pedras no fundo do terrário são exatamente para o escoamento da água, já que o vidro não tem os furinhos embaixo e suculentas não vivem bem em terra muito úmida. A água escorre para as pedrinhas e cria um ciclo de umidade que irar "auto regar" a suculenta. Não pode exagerar na água!


No site da Casa Cláudia tem um passo a passo maravilhoso que dá pra gente fazer. Não gasta nadinha desde que se tenha o vaso, a terra e disposição pra encontrar pedras que você queira usar na decoração.

Eu amei! Quando fizer o meu venho mostrar! Provavelmente neste feriado colocarei a mão na terra!
:*
Uma linda quarta!

Frase de efeito: Nahon Castro.

No último final de semana o Nahon Castro voltou a Camaçari para mais uma palestra cantada. Ele não canta na palestra, mas sempre traz o grupo Porto da Alegria que traz o repertório com lindos arranjos para explicar, através de canções, aquilo que o Nahon expõe diante da visão espírita.

No meio de tudo me surge uma frase que eu não poderia de deixar pra lá:

Foto pessoal.
"Paixão sem a razão é cega, a razão sem a paixão é inativa."
(Autor desconhecido)


Basta dizer que entendo que isso não serve apenas para relacionamentos amorosos. Serve para tudo. Inclusive por aquela paixão por alpinismo que você nutre dentro de você mas não te levou a lugar algum pois você sempre coloca empecilhos para se mover. Ou quando busca algo de forma tão apaixonada que esquece a prudência e beira a obsessão desmedida.

Enfim, equilíbrio sempre. Para tudo na vida.

:*
uma linda terça!

Programa: Menos é Demais!

Mais um feriadão e eu consegui resolver diversas coisas de casa. É incrível como temos coisas a organizar em nossa casa, depois de quase três meses de mudança pro apê! 

No começo, gastei muito pra poder colocar a cozinha em alguma ordem, com vasos e utensílios que são mesmo necessários comprar. Porém, após assistir ao programa Menos é demais! estou percebendo o quanto me afastei da preciclagem e reutilização de bens e embalagens. 

Imagem via
Graças às dicas da Fê Cortez e da Chiara Gadaleta consigo parar e pensar em ideias sustentáveis para diversas coisas de decoração aqui de casa. E tenho muitas em andamento, mas não posso contar ainda por não ter concluído devido a alguns pequenos contratempos, mas em breve compartilharei cada coisa com vocês.

Voltando ao programa do Discovery Mulher, Menos é demais!, ele fala muito do consumismo desmedido e do acúmulo de coisas que a maioria das pessoas faz sem perceber, ou percebe não não toma atitude ou não vê o quanto esse comportamento é nocivo em diversos aspectos para a qualidade de vida. 

Tanto a Fê quanto a Chiara tem dicas suuuuuuper bacanas em cada programa, seja para a decoração de um ambiente, reforma de roupas e móveis, a dicas de plataformas de troca, venda, e outras coisas que eu jamais imaginei que existissem.

Imagem via
A Chiara é ex-modelo, ex-stylist, ex-estilista e agora é empresária. Dona da marca Tarantula, suas criações de lingeries, vestidos de festa e acessórios para casa são nutridos da personalidade que lhe completa. Seu lema é moda sustentável, com estilo.

Imagem via


A Fernanda Cortez (ou Fê Cortez) é empresária e criadora do movimento Menos 1 Lixo que é "uma plataforma sobre alternativas de consumo consciente". O lema da Fê é a busca por uma vida com menos excesso e mais essência. 

Eu acompanho o programa no Discovery Home & Health, toda quinta-feira a partir das 20:30. Vale super a pena. Além disso passei a seguir as meninas no Insta e FB, e favoritei o Menos 1 Lixo e a Ecoera. 

Tô aqui pra aprender e evoluir, vamos também?

:**
uma semana iluminada!

Frase de efeito: Filme - Jackie.

A frase de efeito de hoje veio do filme Jackie, uma história interessante sobre a primeira dama americana, esposa de John F. Kennedy, e suas sensações após o seu assassinato.

No geral, o filme é bom e traz a Natalie Portman numa versão da Jacqueline Kennedy que achei interessante. O jeito de falar e caminhar ficaram bem definidos, apesar de eu não saber como eram os trejeitos da primeira dama. Mesmo assim, observei que eles utilizaram filmagens reais para definir certas cenas do filme, o que torna ainda mais interessante conhecer esse enredo.

Imagem via

Pessoas perfeitas não conseguem mudar. O Jack ficava cada vez melhor, mais forte.

Verdade...quando parei pra pensar, quem é perfeito não precisa de aprimoramento, pois já atingiu a perfeição. Não que conheça alguém perfeito nessa vida, mas exatamente por isso a Jackie fala sobre o marido desta forma. Como todos nós, ele não era perfeito, mas além disso ele buscava se aprimorar e isso lhe dava mais força para melhorar mais. Apesar de ser uma regra da vida, nem todos os humanos buscam essa melhoria (falo daquela que dignifica a nossa passagem por esse mundo) e o ideal é que todos busquemos a nossa melhoria de vida pessoal, mental, espiritual, profissional, interpessoal...seja como for.

Uma linda terça pra você!
:**

Dia dos namorados...na segunda!!

Dia dos namorados em plena segunda-feira! Não dá, eu só imagino as filas e mais filas em todos os lugares que imagino ir. prefiro ficar em casa essa noite, até por que amanhã tem labuta! Combinamos um jantarzinho em casa mesmo, com uma massa e molho...talvez um vinho, paz e sossego.

Assim espero! Vamos ver como chego em casa depois do trabalho e academia!

Sobre presentes....não vai rolar. O presente esse ano é a minha adorável companhia e dotes culinários (só pra massas..rsrsrs), e uns brigadeiros gourmet que encomendei e depois mostro pra vocês! Mas admito que não consigo deixar nada em branco e já pesquisei uns presentinhos criativos com canecas e mensagens interessantes...

Para quem está priorizando a moradia e a saúde, como nós ultimamente, vale um presente que sirva para o casal e para a casa. Eu gostei muito de algumas coisas que vi por aí como esse combo pipoca da Uatt?

R$ 119,90..precinho salgado...


Mas como não temos canecas ainda (demos as que tínhamos na nossa casa há quatro anos atrás). Linda essa opção da Arte em papel:

R$ 25,00

A Westwing ainda dá ideias bacanas para organizarmos o jantar com uma linda e atrativa mesa. Um dia eu chego nesse nível, olha que linda:



Depois me conta o que você aprontou por aí!

:*
Um feliz dia dos namorados pra vocês!

Dica de quinta: Receita de bolo de aipim (macaxeira).

Com a proximidade das festas juninas, não poderia deixar de trazer uma receita de uma comidinha básica para o São João: Bolo de aipim (você pode conhecer essa raiz por macaxeira). Eu amo! Meu favorito! Posso sair da dieta no São João por uma ótima causa!

Imagem do blog, retirada do livro (Senac).
Em uma postagem anterior eu falei do livro que ganhei e até trouxe receita de acarajé (confira aqui!), hoje eu trago uma receita simples de se fazer, que resulta em um apetitoso bolo!


***

Ingredientes


  • 1 kg de massa de aipim
  • 200 g de açúcar
  • 50 g de manteiga (derretida)
  • 50 g de coco ralado
  • 1 gema
  • 1 xícara de leite de coco
  • 1 colher (chá) de sal


Modo de preparo


Coloque o aipim ralado (ou passado no liquidificador) numa vasilha com todos os ingredientes. Misture bem, até formar um creme. leve ao forno em forma ou assadeira untada com manteiga e vá regando com uma mistura de leite de coco, sal e açúcar. 


Tempo para assar: 40 min.
Temperatura do forno: 200º C.

Dica 1: Para se obter 1kg de massa de aipim é preciso 1,3kg de raízes.
Dica 2: Sempre que o aipim for passado no liquidificador, espreme-se para retirar o excesso de água e goma.

Gostou?
Vale testar, né?

:**
uma linda quinta!

Inspiração: Lousa para a cozinha.

Eu e meu namorado ficamos muito ansiosos para decorar o apê, mas já disse a ele que essa parte tem que ser aos poucos mesmo. É uma questão de personalidade não é só "decorar por decorar". É pra dar alma, visual, materializar nossos sentidos.

Lousa na cozinha está muito em alta, mas não é por isso que eu curto e sim, pelo fato delas serem funcionais, divertidas e criativas. Estou pesquisando alguns "Faça você mesma" para poder confeccionar a nossa. Estou em uma pegada mais econômica e também AINDA MAIS ambientalmente consciente, então preciso reduzir nosso consumo.

Vamos a alguns D.I.Y. que achei em blogs bacanas:

Imagem via
A Fran, do Morando Sozinha, dá umas dicas bacanas para quem quer fazer uma parede de lousa, seja preta ou verde escolar. 

Imagem via
A Lelê Gianetti, do I Could Kill For Dessert, dá umas dicas muito bacanas também, mas são bem completas pela diversidade de materiais em que se pode fazer essa técnica.


Imagem via
A Nina Braz, do Tu Organizas, fez a parede dela na cozinha americana muito linda! Tem um vídeo no blog dela explicando (segue o link) como ela fez com o contact.


O que gosto em todas essas dicas é a diversidade, opções, preços (por que já estou aqui imaginando custos!)... Inclusive lembrei que tenho contact preto fosco lá no trabalho, pois comprei para vedar as janelas de vidro e proteger minhas costas da incidência solar na parte da tarde (lá no trabalho), e sobrou um bom pedaço!

Só que não vou fazer na parede, vou fazer um quadro. Acho melhor pois na cozinha não tem parede lisa, todas tem revestimento.

:**
linda quarta!

Frase de efeito: Livro - Bom dia, Sr. Mandela.

Imagem via

"A coisa mais importante que qualquer pessoa pode dar é seu tempo".


Assim a Srta. La Grange diz que o Sr. Mandela lhe ensinou. E assim aprendemos com ela. Em meio a um caos social que vivemos nos dias de hoje, onde PRECISAMOS buscar meios de sobrevivência e acabamos comprometendo todo nosso tempo com o trabalho, raros são os momentos que conseguimos dispender para estamos com pessoas que alegram nosso coração, que sentem nossa falta e de quem sentimos falta. Tempo, nos dias de hoje, se tornou mais escasso e mais raro do que a água potável, e com igual valor e importância à vida humana.

Hoje podemos nos perguntar: o que temos feito com nosso tempo?

:*
Uma terça de paz e luz pra gente!

Final de semana com o filme: Negação.

Desde o dia que vi o trailer desse filme ele ficou em minha cabeça. Eu ia assistir de qualquer jeito e, por isso, coloquei um post-it no meu monitor me lembrando da sua data de estréia nos cinemas: 09/03/17. Foi ali que sabia que ia ver um filme interessante sobre uma história real, que me deixaria fascinada pela dedicação de pessoas em provar algo que jamais imaginei que pudesse ser contestado (e ainda acho incontestável!) como em Negação.

Imagem via
As impecáveis atuações de Rachel Weisz, Timothy Spall e Tom Wilkinson dão a dose certa de drama à película, que nos instiga a conhecer mais da trágica história que recaiu sobre o povo judeu pelas mãos do líder alemão Adolf Hitler. 

Imagem via
Enquanto David Irving (Spall) nega a existência do holocausto durante a Segunda Grande Guerra, a historiadora Deborah Lipstadt que se opõe a dar significância à pessoa de Irving ou à sua fala deturpada sobre os fatos ocorridos. Porém, ele resolve processá-la por difamação e aí temos o início de uma série de questionamentos que são levantados e não tão facilmente rebatidos.


Admito que a atuação do Wilkinson como o advogado defensor da ré (na justiça britânica o réu é que tem que provar que não é culpado), Deborah, me encantou mais. Achei a interpretação dele bastante realista. Aliás, de todos eles, o time de atores é excelente.

Imagem via
O filme é muito bem executado e achei estranho não tê-lo visto nos cinemas por aqui. Não tem grandes cenas ou caprichadas cenas de suspense. Conta o que ocorreu há pouco tempo (entre 1998 e 2000) levantando também o questionamento a respeito da liberdade de expressão. Este não é foco da história, mas acaba sendo levantado e bem justificado através do posicionamento da historiadora Deborah Irving.

Recomendo!
Uma semana de paz e luz pra gente!
:*